Projeto: 15 livros para ajudar a entender a sociedade brasileira e sua política.

Oi, gente!

Clima tenso no Brasil hoje, não? Aliás, essa semana começou tensa, com a manifestação contra o Governo ocorrida no último domingo, dia 13.03.2016. Ontem tivemos vazamento de ligações telefônicas da Presidenta e hoje Lula foi nomeado Ministro, mas logo em seguida teve sua nomeação caçada. Pode ser que quando eu termine de postar ele já esteja novamente no cargo, ou a Presidenta deixe o cargo, vai saber!

Bom, eu acredito muito naquela máxima de que devemos olhar para o passado para entendermos o presente e prepararmos o futuro. E isso, hoje, nunca fez tanto sentido. Pensando nisso, resolvi fazer um apanhado de 15 obras para entender a sociedade e a política no Brasil.

Escolhi livros de não ficção, e alguns deles já estão no meu projeto de 142 livros clássicos, então este projeto será conjugado com o outro. Quem quiser pode me acompanhar também pelo instagram pelas TAG ‘s #projeto142classicos e #projetopoliticabr.

Vamos à lista!

Os Bruzundangas- Lima Barreto

bruzundangas

Os bruzundangas é uma obra de Lima Barreto publicada postumamente em 1923, sobre um país fictício no qual impera a desigualdade social, o mau uso do bem público e o nepotismo, sendo uma crítica à sociedade brasileira e à  culturais da época.

Agosto – Rubem Fonseca

814725

Uma mistura de realidade e ficção que relata os dias que antecederam o suicídio de Getúlio Vargas, em 24 de agosto de 1954. Trata de um romance num dos períodos mais difíceis e obscuros da história do Brasil, combinando, na narrativa policial, a intriga política e o realismo social.

Incidente em Antares – Érico Veríssimo

1753524

Abientado em 1963 conta a história de uma cidade que está sofrendo com a greve geral e tem seu fornecimento de energia cortado. Sete pessoas estão mortas e não podem ser sepultadas por causa da greve dos coveiros, e, então resolvem acertar as contas com os vivos e, assim passam a perseguir e bisbilhotar a vida de seus familiares.

 Sagarana – Guimarães Rosa

sagarana-joo-guimares-rosa-566-MLB4690818339_072013-F

 Sagarana  é uma criação do autor de 1946, que juntou à palavra saga (‘narrativa histórica ou lendária’) o sufixo tupi –rana, que expressa a ideia de semelhança. São nove narrativas  ambientadas no interior de minas gerais. Até hoje esse livro causa debates porque o autor utiliza uma escrita cheia de metáforas e outras figuras de linguagem que confundem o real e o imaginário.

O triste fim de Policarpo Quaresma – Lima Barreto

816742_Detalhes

É um romance do período do Pré-Modernismo brasileiro. Por meio da vida tragicômica do major Quaresma, um nacionalista fanático, ingênuo e idealista, Lima Barreto revela as estruturas sociais e políticas do Brasil da Primeira República, enfocando os fatos históricos do governo de Floriano Peixoto.

Viva o povo brasileiro – João Ubaldo Ribeiro

viva-o-povo-brasileiro

A história se desenvolve em grande parte no século XIX, mas também viaja a 1647 e avança até 1977, na qual realidade e ficção se misturam tendo como pano de fundo momentos decisivos para a história do país, como a Revolta de Canudos e a Guerra do Paraguai.

O quinze – Raquel de Queiroz

O-Quinze

História sobre a grande seca de 1915. Ceição convence Mãe Nácia a partir. Vicente quer ficar, salvar o gado. Dona Maroca manda soltar o gado. Chico Bento vende as reses e parte com a família. Chegará à Amazônia? Não consegue as passagens e vai indo a pé. Um retirante em meio à seca. A fome e o cangaço. Este é um drama da terra.

Esaú e Jacó – Machado de Assis

esau-e-jaco---col--saraiva-de-bolso

Nesse romance análogo da história bíblica, os gêmeos Pedro e Paulo, pertencentes à alta burguesia carioca, desde a infância se mostram opostos e rivais em tudo. Ambos apaixonam-se pela mesma mulher, o que causa ainda mais atrito entre eles. Machado de Assis traça, também, uma visão crítica do cenário político do Brasil às vésperas da Proclamação da República.

Boca do inferno – Ana Miranda

boca-do-inferno

Ambientado em Salvador, final do século XVII desenrola-se a trama desse livro, uma recriação da luta pelo poder que opôs o governador Antonio de Souza Menezes, o temível Braço de Prata, à facção liderada por Bernardo Vieira Ravasco, da qual faziam parte o padre Antonio Vieira e o poeta Gregório de Matos.
A autora mistura ficção e história, mostrando  a vida de homens e mulheres entre o prazer e o pecado, o céu e o inferno.

Vidas secas – Graciliano Ramos

Capavidassecas_1ed

A obra é inspirada em muitas histórias que Graciliano acompanhou na infância sobre a vida de retirantes. Na história, o pai de família Fabiano acompanhado pela cachorra Baleia,  são considerados os personagens mais famosos da literatura brasileira.

Memórias de um sargento de milícias – Manuel Antômio de Almeida

Memorias-de-um-sargento-de-milicias-e1335363948615

Ambintada no Rio de Janeiro, reinado de D. João VI, as memórias seguem pela infância de Leonardo, sua adolescência, sua entrada na vida militar e casamento, sendo descrito como  o primeiro malandro carioca, um anti-herói que está mais preocupado com a sobrevivência do que  ser correto ou vilão.

São Bernardo – Graciliano Ramos

Sao-bernardo-graciliano-ramos-1-edico

Este livro conta a história de Paulo Honório, um homem simples, que movido por uma ambição sem limites, acaba transformando-se em um grande fazendeiro do sertão de Alagoas e casa-se com Madalena para conseguir um herdeiro. Incapaz de entender a forma humanitária pela qual a mulher vê o mundo, ele tenta anulá-la com seu autoritarismo. Com este personagem, Graciliano Ramos traça o perfil da vida e do caráter de um homem rude e egoísta, do jogo de poder e do vazio da solidão, onde não há espaço nem para a amizade, nem para o amor. (Sinopse retirada do site da Saraiva).

O Tempo e o Vento – Érico Veríssimo

7045193_1GG

Os sete volumes da trilogia ‘O Tempo e o Vento’ agora reunidos numa caixa. São 150 anos de história do Brasil protagonizados por personagens inesquecíveis, como a forte Ana Terra e o valente capitão Rodrigo Cambará. As disputas familiares, as brigas pelo poder e as guerras civis são narradas O leitor terá a surpresa e o prazer de compartilhar a emoção contida de breves composições limadas com todo o esmero — “O instante”, “Espinosa”, “Everness”, “Sarmiento” — e também a de grandes e complexos poemas como “Limites”, “O Golem”, “Poema conjectural”, e sentirá a habilidade de Borges em nos mergulhar no vasto e infindável rio de tempo, memória e esquecimento de que é feita nossa curta existência e a mais perdurável matéria da poesia. Aí está Buenos Aires. O tempo, que a outros homens traz ouro ou traz amor, em mim apenas funda esta rosa amortecida, esta vã barafunda de ruas que repetem os pretéritos nomes de meu sangue: Laprida, Cabrera, Soler, Suarez…[de “A noite cíclica”] por Erico Verissimo nesta que é uma das mais célebres sagas da literatura brasileira.Todos os volumes trazem ilustrações de Paulo von Poser e uma cronologia que relaciona fatos históricos a acontecimentos ficcionais da trilogia e a dados biográficos de Erico Verissimo. (Sinopse retirada do site da Saraiva).

O cortiço

o-cortico

Publicado em 1890, é um romance que mostra que quando as pessoas estão em ambientes degradantes se comportam como animais. Trata de temas como pobreza, adultério, corrupção, formação desordenada de moradias em lugares inapropriados, e mostra como as pessoas desses conglomerados viviam, explorados por alguém que enriquece a custa de suas necessidades. Além disso, trata de tabus da sociedade, como homossexualidade, alcoolismo e prostituição.

Capitães de areiacapitaes-da-areia_jorge-amado_capa-do-livro

Capitães da Areia, a história crua e comovente de meninos pobres que moram num trapiche em Salvador,  falando sobre sua  infância abandonada.

E aí, gostou? Tem algo a acrescentar? Se tiver, vou adorar acrescentar à minha lista, então comenta aí! 😉

 

Anúncios

21 comentários em “Projeto: 15 livros para ajudar a entender a sociedade brasileira e sua política.

  1. Ooi! Amei a postagem =D Este momento que nos encontramos está sendo bem tenso mesmo :/ E eu fico triste ao notar que existem tantas pessoas vendidas ao nosso redor, até aquelas que dizem que na política estão roubando e ainda afirmam que se estivessem lá iriam fazer o mesmo. Então, me questiono: quem será o corrupto? Só os políticos ou mesmo aqueles que furam fila, colam nas provas? Ou aqueles com pensamentos tão sujos quanto estes atos? É difícil :/
    Então, desta lista de clássicos, eu já conhecia “Vidas Secas”, “Triste fim de Policarpo Quaresma”, “O Quinze”, “Capitães da Areia” e assisti a minissérie de “O tempo e o vento”.
    Muito bom o post mesmo!
    Beeijos

    Curtir

  2. Adorei sua iniciativa Christine. Estamos passado um momento bem conturbado e a maioria da população quer participar deste período histórico sem saber realmente os fatos que fizeram o país chegar á este ponto e a literatura mostra claramente a crise política e social que a população brasileira sempre passou. Eu tenho alguns livros que você citou e deu vontade de reler alguns.
    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    Curtir

  3. Eu amo literatura nacional e já li todos esses livros há um bom tempo. A indicação é perfeita a qualquer hora e pra esse momento é melhor ainda. Parabéns pelas escolhas.

    ;D
    Profissão: Leitora

    Curtir

  4. Oi, tudo bem?
    Nossa, adorei o post. Eu não conhecia a maioria dos livros, só Vidas e secas e O cortiço. Esse segundo eu li, mas não gostei muito, nem tanto pela leitura difícil, pois isso nunca foi problema para mim, mas não gostei mesmo.
    Ótimas dicas.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    Curtir

  5. Seu post é de utilidade pública! Se mais gente se educasse antes de sair falando e apoiando certos partidos e criticando outros (quando todos têm seus defeitos), o Brasil não estaria nesse buraco que se encontra hoje. Ótimo projeto! Vou até colocar nos favs e quando tiver a oportunidade me educar melhor também!

    Virando Amor

    Curtir

  6. Adorei a ideia do seu post,são tantas os aspectos que precisamos entender dos dias de hoje e a literatura sempre ajuda. Amei a grande maioria de títulos que você separou e muitos deles eu quero muito ler. Alguns não sei se consigo agora,mas vou tentar ler pelo menos uns dois dessa lista esse semestre.

    bjsss

    Apaixonadas por Livros

    Curtir

  7. Olá!!!
    Realmente o nosso país está passando por cada uma e que a cada minuto a situação muda, numa hora eu posso está dizendo que isso aconteceu e na outra já pode ter mudado.
    Juro que literatura brasileira me lembra muito o período de escola em que eu teria que ler para ganhar nota, mas não sei são poucos autores e histórias brasileira clássicas que me atraem.
    Admito que nenhum desses livros eu me arrisquei a ler e ainda acho que o único que eu me arriscaria ler é “O Tempo e o Vento”, mas já assisti o filme de “O Triste Fim de Policarpo Quaresma” e o contexto e a situação é bem interessante.
    Da lista também já ouvi falar muito de “O Quinze”, “Memórias de um Sargento de Milicia”, “O Cortiço” e “Capitães de Areia” principalmente porque minha mãe fala muito deles, mas realmente não sei se leria um deles além do que já disse.
    Adorei o projeto e a ideia. Até uma próxima o/

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s