Dica de Filme: Como Estrelas na Terra, Toda Criança é Especial.

Oi, pessoal! Tudo certinho?

Realizei as primeiras provas da faculdade e tudo que posso dizer é: eu sobrevivi!

Sinceramente, quando ingressei no curso pensei que as provas seriam bem fáceis, mas me enganei e essa foi uma grata surpresa, porque eu não queria ter a sensação de que este curso é feito pra qualquer um passar, eu gosto de ser bem avaliada e saber que, se passei nas provas, foi por merecimento.

Bem, as notas ainda não saíram, mas assim que eu tiver o resultado contarei para vocês. ^_^

Em psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem recebemos como atividade substitutiva do Fórum 2, que inicia no dia 04 de abril, uma sugestão de filme para responder a um questionário. Eu sou muito ansiosa, e já me antecipei e assisti esse filme logo que recebi a indicação dele na disciplina, mas ainda não respondi o questionário, e deixei pra fazer isso aqui no blog, com vocês! Claro que para enviar o trabalho para a professora, vou incrementar, mas já fica aqui a minha dica de filme com a resenha em forma de questionário.

Como-estrealas-na-terra

Clique para assistir o Filme.

A ideia central do filme é a de que cada criança tem um talento e uma dificuldade que deverá ser superada com a ajuda de um professor atencioso e que esteja realmente disposto a ajudar. O filme mostra de forma sensível que a criança precisa do professor para ajudá-la a vencer suas limitações, e o professor precisa ficar atento para descobrir os múltiplos talentos dos alunos.

A primeira escola não foi capaz de identificar o problema de dislexia que Ishaan portava, então tentou aplicar-lhe métodos ortodoxos de aprendizagem que desestimularam o aluno e não proporcionaram-lhe o verdadeiro aprendizado.

Ishaan não prestava nenhuma atenção às  aulas porque ele não compreendia a maneira de ensinar que os professores apresentavam.  Sua família ficava decepcionada porque Ishaan não conseguia aprender e não conseguia identificar o real problema. A família culpava Ishaan, quando, na verdade, a escola era culpada por não ser capaz de identificar suas necessidades especiais de aprendizado.

Ao ser transferido para a segunda escola, Ishaan enfrentou algumas dificuldades. A maior dificildade para Ishaan, na minha opinião, e a que mais me chamou atenção foi a comunicação. Ele não conseguia comunicar para os professores as suas dificuldades, e os professores não estavam atentos, nem preocupados, com as dificuldades de Ishaan e transferiam para ele  a culpa pela dificuldade no aprendizado.

O método de aprendizagem utilizado na segunda escola baseava-se na exposição das matérias e aplicação de provas, e os alunos que não participavam das aulas e não alcançavam o resultado esperado eram punidos com castigos físicos. Tais métodos não contribuíam para a aprendizagem porque limitavam a criatividade dos alunos e não eram métodos flexíveis, ou seja, tais métodos não permitiam que alunos com necessidades especiais alcançassem o aprendizado pretendido pela escola.

Tudo transcorria de maneira caótica e desesperadora para Ishaan, quando a escola recebeu um professor de artes substituto. Esse novo professor identificou o problema de Ishaan e inseriu a forma lúdica de ensino, permitindo aos alunos exercerem sua criatividade. O professor novo também passou a cuidar pessoalmente do ensino de Ishaan,  atendendo às suas necessidades especiais. É lindo de se ver, eu aconselho assistir esse filme com lenços porque é muito emocionante.

Anúncios

20 comentários em “Dica de Filme: Como Estrelas na Terra, Toda Criança é Especial.

  1. Olá Christine,

    não conhecia o filme, parece muito voltado mesmo para quem faz psicologia e pedagogia, para ver as dificuldades do garoto que possui dislexia em aprender e se comunicar, também achei bem legal toda a atenção que você nos trouxe do professor para com o garoto Ishaan, deve ser um filme bonito. bjusss.
    http://www.sagaliteraria.com.br

    Curtir

  2. Sim, é um filme bastante didático, mas eu acredito que seja importante para toda a sociedade porque não estamos acostumados ao diferente, e o filme mostra o quanto o menino disléxico era inteligente e subaproveitado. Obrigada por teu comentário!

    Curtir

  3. Ooi! Que filme bacana =D Eu acho muito legal filmes e artigos que tratam sobre os déficits, principalmente para alguém que está estudando educação e comportamento. Gostei muito da dica, viu?! E ah, você cursa psicologia?
    Beeijos

    Curtir

  4. Oi, não conhecia o filme, mas achei a sinopse bem interessante, o fato que conhecer cada criança e ver cada talento e trabalhar ele junto com um professor parace ser um filme bem psicologico e reflexivo. Vou anotar o nome e assistir quando tiver tempo. Você cursa psicologia? Fiquei curiosa para saber
    bjus

    Curtir

  5. Ah, que bacana! Eu também estou cursando Letras, então por isso me identifiquei com a ideia do filme, nas minhas aulas de Linguística falamos sobre esse assunto por lá 😀 Bjs

    Curtir

  6. Ei, não conhecia o filme e realmente é bem didático. Não sabia que tinha essa disciplina no curso de Letras, muito bacana.
    Gosto de filmes assim, então provavelmente irei assistir, sim!
    Um beijo.

    Curtir

  7. Eu já havia assistido este filme, Christine.
    É mto esclarecedor.
    Sou professora e atualmente leciono para turmas de 6 a 9 ano. E essa é uma dificuldade que todos temos, professores e alunos.
    Me esforço ao máximo para atender de maneira individualizada meus 120 alunos, mas com certeza isso ainda não é o ideal. Massificá-los e tanto ensinar quanto avaliar como se todos tivessem o mesmo ritmo de aprendizagem e as mesmas habilidades é o que mais os desestimulam e contribuem para a sensação de fracasso de professores, alunos e pais…
    É um processo contínuo e que só pode ser desenvolvido por aqueles que se enxergam como parte de um todo… Excelente postagem…

    Sucesso na sua vida acadêmica e profissional
    Bjo
    Coordenadas Literárias

    Curtir

  8. Eu gosto de filmes assim,sobre a dificuldade de vencer os obstáculos,mas que mostram que a perseverança e o carinho podem vencer tudo. Mesmo o filme sendo indicado para profissionais de pedagogia e psicologia acho que é válidos todos que tem filhos ou crianças na família assistirem. Ótima indicação.

    bjsss

    Apaixonadas por Livros

    Curtir

  9. Olá!
    Eu não conhecia o livro, mas gostei muito do tema abordado. Hoje em dia temos muita informação, mas ainda sim vemos professores e escolas despreparadas para enfrentar certos problemas. Temos que ficar atentos as nossa crianças e prestar todo o apoio que elas precisem. Esse filme serve para pais e professores.
    Obrigada pela dica.
    Beijinhos!

    Curtir

  10. Oi Chris, acabei de assistir o filme e tinha que voltar aqui para comentar, MUITOO obrigada pela indicação!!! De verdade, chorei em diversos momentos e escrevo esse comentário ainda emocionada e tentando digerir tudo que vi. Primeiramente, por me ver nessa situação.. Quando a professora mandou ele ler o texto e ele leu “rewdsjfisdjfeowjrowepksa” eu ri, ele não fez por mal, ele só via as palavras assim.. Hoje convivo de boa com a minha dislexia e até esqueço que ela existe, comento alguns erros ortográficos ainda (até para digitar no computador), mas como hoje sou adulta e tenho um conhecimento de mundo e percepção maior, eu vejo que está errado assim que acabo de escrever e já corrijo. Como acaba de acontecer com a palavra “corrijo” que escrevi com ‘g’, mas consertei..rs hahahaha
    Enfim, aproveitar e dizer que não tenho medo que isso me atrapalhe como futura professora.. Pelo contrário, será um desafio e vitória constante!! 😀
    Superr beijoo!!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s