5 dicas para começar a ler (e aprender) Poesia.

Quem me acompanha no Instagram sabe que comecei minha iniciação científica em poesia portuguesa moderna e contemporânea neste semestre. Assisto aulas que são ministradas pela minha orientadora no mestrado e doutorado e tenho aprendido muito nesses encontros semanais. Acho que estou no melhor momento da minha graduação, pois  é uma fase de grandes descobertas e, apesar da enorme carga de leitura teórica, conhecer poesia está me tornando uma leitora mais atenta e criteriosa.

Por causa dos meus posts diários sob a hashtag #umpoemapordia no IG, muitos estão tendo acesso ao meu exercício diário, que aprendi com uma colega de classe muito querida (muito obrigada por tudo, Carol). A técnica consiste em ler ao menos um poema todos os dias para ajudar na assimilação da linguagem poética. Por causa desses posts a minha caixinha de mensagens está lotada com perguntas e apontamentos sobre poesia. A maioria das pessoas acha bonito mas não lê porque pensa que não entende, e encara poesia como algo difícil e restrito às rodinhas de intelectuais. Isso é uma grande bobagem! A poesia é de todos e para todos, e está em tudo, ao alcance de qualquer pessoa. Precisamos acabar com esses mitos e incluir mais pessoas nessa verdadeira forma de expressão da alma.

Eu não sou especialista (ainda) e entendo muito pouco (ainda), mas vou compartilhar aqui algumas dicas que podem ajudar bastante a quem tem vontade de começar a ler poesia mas tem “medo”, acha difícil e pensa que não é capaz de compreender. Portante, nenhuma dessas dicas é embasada cientificamente, estou apenas compartilhando a minha experiência, ok? Vamos lá!

1- Leia poesia todos os dias

Sim, é importante para treinar o cérebro a acostumar com a linguagem poética. Nós nos acostumamos com a prosa, e ler poesia é sair um pouco da zona de conforto. Muitos poemas são construídos por metáforas, que são mais facilmente identificadas quando estamos acostumados a elas. Ler todos os dias é treinar seu cérebro, e isso ajuda a mudar a nossa percepção sobre os poemas.

2- Dedique-se a um poema por vez

Pegue um poema, qualquer um, de preferência curtinho, e reflita sobre ele. Leia pela manhã, ao acordar, e “rumine” esse poema até quase decorá-lo (se decorar, melhor, mas não leia com essa intenção pois pode tirar o foco, que é apreender o significado e não  a forma). Depois de eleger um poema pra chamar de seu, fique uns dois ou três dias sem pensar nele, leia outros poemas e depois retorne a ele. Anote o que você encontrou de diferente que não tinha percebido antes.   Você verá que um mesmo poema pode significar muitas coisas diferentes, dependendo da situação pela qual você esteja passando.

3- Comece por autores conhecidos

Fernando Pessoa, Drummond, Cecília Meirelles, Manuel Bandeira, são muitos poetas consagrados que podem auxiliá-lo nessa nova estrada. Comece pelos famosos e depois aventure-se por outros caminhos. Tente conhecer um grande poeta de cada país, leia um curto resumo de sua biografia para entender o momento em que seus versos foram escritos. Você notará que muitos versos viraram músicas conhecidas do grande público. É surpreendente descobrir aonde a poesia é capaz de viajar!

4- Leia o poema em voz alta

Você vai sentir e compreender o poema pela entonação, e terá percepções diversas daquelas que você sentiu na primeira leitura silenciosa. Não tenha vergonha! Leia em voz alta e escute a sua própria voz, escute o que você sente ao ler um poema.

5- Escute declamações

Muitos poetas deixaram material audiovisual das leituras de seus próprios versos que são facilmente encontrados através de mecanismos de busca online. Não é fundamental para entender o poema, mas é uma experiência ímpar ouvir o poema de quem o escreveu e escutar a sua interpretação. Procure no Youtube, lá tem bastante material sobre isso.

E aí? Gostou das dicas? Responda nos comentários se esse post foi útil e, caso ponha as dicas em práticas, me diga se funcionou.

Beijão, e até breve!

 DSC_7375

Anúncios

3 comentários em “5 dicas para começar a ler (e aprender) Poesia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s